quarta-feira, 30 de julho de 2008

Sobre fotografias e retratos

O que resta - se é que resta alguma coisa - de objetivo na imagem revelada daquilo que estava diante da lente na hora do clique? Ou será a fotografia feita apenas de luz e subjetividade?

Para Kátia Dias, vencedora do 4º Concurso de Fotografias do Sesc, a foto entra no espaço da arte para deixar de ser um mero registro da realidade e passar a ser uma provocação. A artista visual Bianca Araújo, vai ainda mais além: "Acredito que fotografia seja só subjetividade porque depende de várias questões que o fotógrafo atribui como enquadramento, luz, cenário... Interfiro na realidade dessas imagens", admite. Em espaços diferentes, os trabalhos das duas são as atrações do Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo (Malg) até o dia 17 de agosto.


A imagem que rendeu o primeiro lugar na categoria profissional do concurso do Sesc para Kátia, intitulada Retro retrato 3X4, traz uma perspectiva inusitada de um olhar para si, diferente inclusive das "egofotos" (auto-retratos que dominam os sites de relacionamento na internet) pois, curiosamente, não foi ela quem deu o clique. A própria imagem revela que a câmera estava na mão da amiga, que ajudou a pôr em prática a idéia concebida pela fotógrafa. A foto foi feita através de uma caixa de madeira com vidros nas extremidades. O resultado do jogo de reflexos é um efeito de sobreposição onde aparecem tanto a fotógrafa quanto a fotografada, intermediadas por dois objetos, duas "caixas-pretas": a câmera e a escultura. A idéia surgiu quando ela registrava as obras de uma exposição no porto de Pelotas. "Esteticamente a imagem nem é tão bonita, mas é interessante" diz a paulistana, há três anos radicada na cidade onde cursa a faculdade de Artes Visuais.

O gosto de brincar com reflexos está presente também em outra foto de autoria de Kátia Dias que faz parte do grupo de 15 selecionadas entre 227 trabalhos inscritos no concurso, e que agora estão da mostra itinerante, ora situada no Malg. Nela, a fotógrafa retratou sua imagem na janela de um ônibus em São Paulo. Em segundo plano uma passageira aparece dormindo. "Essa cena é bem fantasmagórica, até porque eu sei que ali atrás é o muro de um cemitério", comenta em tom de suspense.


Duplo sentido

Enquanto Kátia brinca com composições de luz e sombra - e praticamente não edita suas fotos - Bianca Araújo contradiz abertamente o conceito de objetividade fotográfica em suas ambíguas recriações. O que já foi visto como uma imagem fiel e inalterável da realidade aparece em (Re)tratos na forma de ousadas variações depois que a artista se apropria das fotografias, as manipula à gosto, pega textos, pinturas e arte digital e joga tudo em um mesmo caldeirão.


Nas fotos extraídas de jornais praticamente não restam traços que permitam o reconhecimento dos rostos originais. "Retratos revelam muitas coisas, no caso das fotos de coluna social talvez revelem um estereóptipo que mostra como as pessoas desejam ser vistas socialmente e não a sua essência individual porque todas as fotos se parecem umas com as outras, em termos de enquadramento e postura. Me preocupo em mostrar um pouco do 'avesso' disso", afirma.

Formada em Comunicação Social pela Universidade Católica de Pelotas, Bianca é também bacharel em Artes Visuais pela Universidade Federal de Pelotas e especialista em poéticas visuais pela Feevale, de Novo Hamburgo.


Prestigie!

O quê: Exposições (Re)tratos e A Cidade e as Manifestações Artísticas
Onde: no Malg (rua General Osório, 725)
Quando: Visitação até o dia 17 de agosto, de terça à domingo das 10h às 19h.
Entrada franca


Texto: Bianca Zanella | Imagens: Divulgação | Extraído de: Jornal Diário Popular / Caderno Zoom / Capa | Publicado em: Pelotas, Quarta-feira, 30 de julho de 2008

2 comentários:

Blog do Capeta disse...

Arte, por definição, é a produção humana esteticamente enquadrada dentro do espírito humano. A fotografia é a captura mecânica de luz; portanto, não é humana. Admiro o trabalho da profissional. É lindo. Até irei ver a exposição. Mas não é arte. É outra coisa.

farelo disse...

O trabalho da artista Bianca Araújo é muito bom e ela está de parabéns pela obra.
Desejo muito sucesso em seu trabalho!